Um pouco de história:

O Shopping Cidade das Flores, inaugurado em março de 1995, tem como ponto forte a identificação cultural com a cidade de Joinville, de quem adotou um de seus codinomes. Sua história tem raízes no final do século passado, quando o conselheiro Julius Arp, de um feudo alemão, veio para Joinville e construiu a Malharia Arp — empresa que por muitas décadas foi referência da cidade no Brasil e exterior. Suas instalações, por um tempo desocupadas, acabaram dando lugar às modernas instalações do shopping, que apesar do ousado projeto arquitetônico, conservou as castísticas do prédio, emergindo em forma de preservação e modernidade. Na Praça da Chaminé, com cobertura de vidro, ainda pode ser observada a chaminé que ocupava o pátio da malharia. Situado bem no centro de Joinville, o “Cidade das Flores” está próximo aos principais pontos turísticos da cidade. Seu acesso, pelas ruas Mário Lobo, Ginásticos e João Colin, garantem a rapidez e tranquilidade entre as vias de ligação das regiões norte e sul.

O Shopping e a cidade de Joinville: uma relação de amor

O Shopping Cidade das Flores pode ser considerado um dos maiores empreendimentos localizados no coração de Joinville. São mais de duas décadas fazendo parte da história, acompanhando e contribuindo para o crescimento de Joinville e região. Nos seus 10 mil metros quadrados de ABL, abriga lojas de diversos segmentos, praça de Alimentação com gastronomia variada, local para eventos (Praça da Chaminé), exposições, palestras e feiras em geral, parque de diversão, cinema com duas novas e modernas salas (uma com tecnologia 3D), galeria de arte, diversos serviços, amplo estacionamento, entre outros atrativos e comodidades. Serviços, produtos e entretenimento que, de acordo com a administração do shopping, são o grande diferencial do empreendimento, atraindo aproximadamente 18 mil pessoas/dia.

Desenvolvimento

Junto com o desenvolvimento desses setores, a área comercial ganha em clientela, o que estimula os proprietários a incrementar e buscar diferenciais para fidelizar as marcas e ampliar suas operações. Isso tem garantido 80% de ocupação das lojas do primeiro piso. Além disso, o empreendimento possui amplo espaço no segundo piso, podendo abrigar futuramente empresas e serviços de interesse da comunidade joinvilense. Atualmente, este piso recebe banco, gráfica expressa, escola de inglês, universidade, projeto social e estúdio de arte em tatuagem. Para a administração do shopping, o entrelaçamento dos setores atrai um número maior de visitantes, e isso, fortalece o fluxo de pessoas refletindo diretamente nas vendas das operações instaladas no empreendimento. Desta forma, o público encontra diversas marcas nas lojas Makenji – moda feminina e masculina, Cia do Esporte, Via Mond Calçados, Cavezzale Malas, Bolsas e Calçados, Bumerang Brinquedos, D’Campos Perfumaria, Terral Surf Shop, Espaço H, Urban Man, entre outras.

LOJAS